Motivação!


O Fórum CHIS oferecido ao longo do dia 10 de setembro de 2015 (como parte da Programação do Congresso SUCESU-BA 2015) propiciará aos interessados uma imersão bastante aprofundada nos conceitos e temas recorrentes de Cidades Humanizadas, Inteligentes e Sustentáveis no Brasil. Mas o fato é que, mesmo ao cabo de um dia completo de apresentações e discussões, a complexidade de CHIS mal estará começando a ser abordada. Por outro lado, muitos potenciais interessados não terão tido a oportunidade para sequer começar a se inserir no assunto.

Desde a década de 1980, a gestão de cidades nos países desenvolvidos começou a adotar em escala crescente abordagens e métodos de planejamento estratégico utilizados pelo setor privado. Essa visão da "cidade como projeto" a ser discutido, planejado e acompanhado por todos os atores da sociedade se consagrou com maior intensidade na Europa, especialmente devido à visibilidade obtida pelo chamado "Modelo Barcelona", a abordagem adotada por aquela cidade em preparação para as Olimpíadas de 1992. Já na primeira década deste século, ganhou grande impacto o termo "cidade inteligente", enfatizando o papel que tecnologias, especialmente TI, podem ter para revolucionar todos os serviços em uma cidade. E, nos anos recentes, o foco em cidades se acelerou e desdobrou em várias frentes, identificadas por termos como "cidade resiliente", "cidade criativa", "cidade ubiqua", "cidade sustentável" etc.

Qual é o significado preciso de cada termo? Como ele se aplica em cidades no mundo? Como ele pode se aplicar em cidades no Brasil? Como, aliás, se deve pensar o planejamento e a gestão de cidades no Brasil, à luz do impacto de novas ideias e tecnologias?

Existem várias propostas para se integrar as inúmeras visões sobre cidades em um todo coerente. Por exemplo, a figura abaixo compõe e intersecta os principais componentes de uma cidade inteligente.

Por outro lado, como resposta à necessidade de se caracterizar adequadamente o foco de interesses e em cidades no Brasil, um grupo de pesquisadores brasileiros tem defendido o neologismo “CHIS”, derivado do acrônimo abaixo ilustrado:

O que fazer quanto a CHIS no Brasil? Decidiu-se criar um “Movimento CHIS no Brasil” no primeiro semestre de 2015, que rapidamente ganhou a “simpatia militante” de várias pessoas e entidades. Considerando o segundo semestre deste ano como o período ideal para lançar as bases do movimento, estão previstos:

  • O Fórum CHIS, dentro do Congresso da SUCESU-BA, em Salvador, no dia 10 de setembro
  • O Debate CHIS na UFBA, em Salvador, no dia 11 de setembro, para gravar o piloto de uma série na TV Educativa;
  • O Site e Newsletter CHIS da Questão (Brasília, 10 de novembro de 2015).

O que fazer?


Este Debate sobre CHIS, acontecerá no Instituto de Matemática da UFBA (Salvador/ Bahia) no dia 11 de setembro de 2015. Visa permitir aos debatedores e à audiência uma síntese compacta das principais ideias, informações e conclusões do Fórum do dia anterior. Em adição, o Debate será gravado pela TVE/BA e será convertido em um piloto de uma série de programas especiais sobre cidades no Brasil.

Inscrições encerradas

Programação


Horário Atividades
08:30 - 09:00

ABERTURA


Reitor da UFBA
Presidente da SUCESU-BA
Outras Entidades a Decidir

09:00 - 10:30

Sessão 1 – O CHIS da Questão no Brasil


Moderador
Tadao Takahashi (BSB100)

Participantes
Carlos V. Frees (ABDI)
Eduardo M. Costa (UFSC)
Gorgonio Araújo (RNP)
Nelson Pretto (UFBA)
Fernando Nery (Módulo)
Américo Sampaio (Nossa São Paulo)

10:30 - 11:00

INTERVALO


11:00 - 12:50

Sessão 2 – O CHIS da Questão na Bahia


Moderador
Romildo Martins (IFBA)

Participantes
Gorgonio Araújo (RNP)
Gilberto Corso ( UFBA)
Nelson Pretto (UFBA)
Pericles Magalhães (Gov. Est. Bahia)
Tarcísio Catuta (COGEL/PMS)
Adhvan (SEBRAE)

12:50 - 13:00

ENCERRAMENTO


Contato


Entre em contato conosco!

(71) 3283-6098

eventos