Procedimentos técnicos do PoP-BA

PR-132 - Configuração e Ativação de Circuito de Expansão para Clientes conectados ao RT2 (Cisco 7500)
Data Criação: 05/01/2012
Data Revisão: 9 Jan 2012

1. Objetivo

Esse documento tem por objetivo descrever as etapas necessárias para a configuração e ativação de um novo circuito de dados para expansão da conexão de uma instituição já cliente do PoP-BA.

2. Aplicação

Esse procedimento é voltado para o PoP-BA

3. Definições

Nenhuma

4. Descrição das etapas

Deverá ser utilizada a feature Multilink PPP para configurar os dois links físicos como um link lógico único.

Será utilizada para esse procedimento uma interface lógica multilink (Multilink <ValorNumerico>) e um novo endereçamento ponto a ponto. Ao final deste procedimento o cliente estará conectado ao PoP-BA através desta interface lógica configurada com o novo endereçamento ponto a ponto, tendo os dois circuitos físicos associados à esta interface lógica.

  1. A primeira coisa a fazer é realizar o login no roteador RT2, conforme o procedimento: PR-131
  2. No roteador do PoP-BA, verificar quais interfaces de lógicas multilink estão em uso para que possam ser criada uma nova. Para esse procedimento utilizaremos o nomeclatura gerérica Multilink X, onde "X" trata-se de um valor numérico:
    show ip interface brief | include Multilink
    imagem1.png

  3. Da mesma maneira que a etapa anterior, no roteador do cliente, verificar quais interfaces de lógicas multilink estão em uso para que possam ser criada uma nova. Para esse procedimento utilizaremos o nomeclatura genérica Multilink Y, onde "Y" trata-se de um valor numérico:
    show ip interface brief | include Multilink
  4. Acessar o IPPlan e buscar na faixa de endereçamentos alocada para os links ponto a ponto, um prefixo /30 disponível. Para esse procedimento utilizaremos as seguintes nomeclaturas geréricas:
    • A.A.A.0: Endereço de rede do novo ponto a ponto;
    • A.A.A.1: Endereço a ser configurado na interface do roteador do PoP-BA;
    • A.A.A.2: Endereço a ser configurado na interface do roteador do cliente;
    • A.A.A.3: Endereço de broadcast do novo ponto a ponto;
  5. Realizar o login no roteador do cliente. Para isso utilize o procedimento: PR-133
  6. No roteador do cliente, inserir as configurações do Multilink PPP e associar a interface do novo circuito a este multilink criado:
    configure terminal
    interface <Multilink Y>
    no shutdown 
    description PoP-BA
    ip address <A.A.A.2> 255.255.255.252
    ppp multilink
    ppp multilink group <Y>
    !
    exit
    interface <Interface onde está conectado o novo circuito>
    no shutdown
    description <Código do circuito fornecido pela operadora>
    no ip address
    encapsulation ppp
    serial restart-delay 0
    no fair-queue
    ppp multilink
    ppp multilink group <Y>
    exit
    exit
    
  7. No roteador do PoP (RT2), inserir as configurações do Multilink PPP e associar a interface do novo circuito a este multilink criado:
    configure terminal
    interface  <Multilink X>
    no shutdown
    description <Nome da Instituicao Cliente>
    ip address <A.A.A.1> 255.255.255.252
    ppp multilink
    ppp multilink group <X>
    !
    !
    exit
    interface <Interface onde está conectado o novo circuito>
    no shutdown
    description <Código do circuito fornecido pela operadora>
    no ip address
    encapsulation ppp
    serial restart-delay 0
    no fair-queue
    ppp multilink
    ppp multilink group <X>
    exit
    exit
    
  8. No roteador do cliente, configurar a rota default apontando também para a nova rede configurada:
    configure terminal
    ip route 0.0.0.0 0.0.0.0 <Multilink Y> <A.A.A.1>
    exit
    
  9. No roteador do PoP (RT2), configurar a(s) rota(s) para a(s) rede(s) interna(s) do cliente. Caso haja mais de uma faixa de endereçamento interno, repetir o comando a seguir para cada uma das faixas:
    configure terminal
    ip route <enderecamento da rede interna do cliente> <mascara de subrede> <Multilink X> <A.A.A.2>
    exit
    
  10. No roteador do cliente, remover o IP da interface do atual ponto a ponto. Para isso encerre a sessão aberta no roteador e abra uma nova sessão utilizando o IP do cliente na faixa do novo ponto a ponto (A.A.A.2). Dessa maneira, a conexão não será interrompida quando o IP do ponto a ponto antigo for removido):
    configure terminal
    interface <Interface onde está conectado o circuito antigo>
    no ip address <IP do ponto a ponto antigo> 255.255.255.252
    exit
    exit
    
  11. É preciso testar a conectividade com a rede interna. Do roteador do PoP (RT2), execute o comando:
    ping <IP da Interface do Roteador na Rede Interna do Cliente>
    
  12. Caso o ping seja realizado com sucesso siga para o próximo passo. Caso o ping não tenha sido realizado com sucesso, siga para o tópico 6 (Plano de Retorno (Em Caso de Falha)) e verifique se as configurações das etapas 7 e 8 foram aplicadas corretamente;
  13. No roteador do PoP (RT2), remover o IP da interface do atual ponto a ponto:
    configure terminal
    interface <Interface onde está conectado o circuito antigo>
    no ip address <IP do ponto a ponto antigo> 255.255.255.252
    exit
    exit
    
  14. No roteador do cliente, associar a interface conectada ao circuito mais antigo (ponto a ponto antigo) à interface lógica Multilink criada (Multilink Y):
    configure terminal
    interface <Interface onde está conectado o circuito antigo>
    no shutdown
    description <Código do circuito fornecido pela operadora>
    no ip address
    encapsulation ppp
    serial restart-delay 0
    no fair-queue
    ppp multilink
    ppp multilink group <Y>
    exit
    exit
    
  15. No roteador do PoP (RT2), associar a interface conectada ao circuito mais antigo (ponto a ponto antigo) à interface lógica Multilink criada (Multilink X):
    configure terminal
    interface <Interface onde está conectado o circuito antigo>
    no shutdown
    description <Código do circuito fornecido pela operadora>
    no ip address
    encapsulation ppp
    serial restart-delay 0
    no fair-queue
    ppp multilink
    ppp multilink group <X>
    exit
    exit
    
  16. No roteador do cliente, remover a rota default antiga que aponta apenas para interface conectada ao circuito antigo (ponto a ponto antigo);
  17. No roteador do PoP (RT2), remover a rota antiga para a rede interna do cliente que aponta apenas para interface conectada ao circuito antigo (ponto a ponto antigo);
  18. Alterar Informações de Monitoramento do Cacti:
    • Adicionar os gráficos de Erros (In/Out Erros/Discarted Packets) e tráfego (In/Out Bits) ao nó da árvore de gráficos dedicado à instituição. Os gráficos adicionados deverão ser da nova interface adicionada ao enlace e da interface lógica multilink;
    • Alterar o IP do registro do dispositivo (Device) referente ao roteador da instituição para o novo endereçamento (A.A.A.2)
    • Acessar as configurações de visualização do usuário, escolher o usuário de acesso aos gráficos da instituição e cadastrar a visualização dos novos gráficos (referidos na primeira subetapa deste item;
  19. Alterar no arquivo de Senhas o IP do roteador do cliente;
  20. No Zabbix, adicionar o monitoramento das Interfaces relacionadas ao roteador do PoP-BA (RT2), enumeradas abaixo, conforme o procedimento PR-125:
    • Interface <Multilink X>;
    • Interface <Interface onde está conectado o novo circuito>;

5. Responsabilidades e Autoridades

Esse procedimento deverá ser executado por membro do PoP-BA

6. Plano de Retorno (Em caso de falha)

  1. Acessar o roteador do cliente através do IP do novo ponto a ponto (A.A.A.2), procedimento descrito em PR-133;
  2. Readicionar o IP da interface conectada ao circuito mais antigo (interface que teve o endereço IP removido na etapa 4.9):
    configure terminal
    interface <Interface onde está conectado o circuito antigo>
    ip address <IP do ponto a ponto antigo> 255.255.255.252
    exit
    exit
    

7. Documentos Relacionados

Documentos que serão utilizados na execução deste processo

8. Referências